PROJETO VAZOU

O vazamento não consentido de imagens íntimas é uma forma de violência contemporânea.

Pouco se conhece sobre seus motivos e efeitos, características de causadores e vítimas, quais redes são mais utilizadas etc., em especial por causa do baixo índice de denúncias e pela inexistência de fontes oficiais confiáveis.

A falta de dados impede que o fenômeno possa ser compreendido e, por consequência, que políticas adequadas de prevenção e repressão possam ser propostas.

Outros pesquisadores já realizaram entrevistas, estudos de caso e análises de jurisprudência; além disso, há várias reportagens sobre o tema. São ótimas referências, mas ainda nos falta um panorama mais completo sobre esse fenômeno.

O Projeto Vazou  busca colher essas valiosas informações a partir das experiências das vítimas dos vazamentos.

Se você já teve arquivos de imagens e/ou vídeos vazados, responda o questionário abaixo (não leva mais do que 5 minutos) e nos ajude neste projeto de entender melhor as diversas manifestações dessa violência.

 

"Pesquisa encerrada em 30 de novembro de 2018.
Em breve, disponibilizaremos os resultados aqui no site do projeto."

A participação nesta pesquisa é voluntária e se você decidir não participar ou quiser desistir de continuar em qualquer momento, tem absoluta liberdade de fazê-lo.

A participação nesta pesquisa é anônima; o questionário foi elaborado de tal forma que não grave informações pessoais.

Os resultados desta pesquisa serão publicados em artigos e livros, podendo ainda ser utilizados em eventos científicos, nos quais serão omitidas todas as informações que permitam identificar pessoas.

Não há despesas pessoais para os participantes em qualquer fase da pesquisa; também não há compensação financeira relacionada à participação.

Mesmo não tendo benefícios diretos em participar, indiretamente você estará contribuindo para a compreensão do fenômeno estudado e para a produção de conhecimento científico.

Ajude-nos, também, compartilhando essa pesquisa.

OUTRAS INFORMAÇÕES

Metodologia:

Pesquisa qualitativa, exploratória e explicativa, realizada por meio de um questionário com questões mistas (fechadas e abertas).

Organização:

Grupo de Estudos em Criminologias Contemporâneas. Coordenado por Leandro Ayres França, o GECC reúne pesquisadores e acadêmicos para a leitura e discussão de recentes produções na seara da Criminologia. O GECC é autônomo, desvinculado de instituições de ensino e de órgãos governamentais. Mais informações aqui.

Outras denominações (para fins de indexação):

Disseminação não consensual de imagens íntimas, exposição íntima, non consensual intimate images (NCII), pornografia de vingança, pornografia de revanche, revenge porn, sexting, vazamento de imagens íntimas, violação de intimidade, violação de privacidade.

Imagens deste site:

Domínio público (licença Creative Commons CC0, via Pixabay)